domingo, 24 de janeiro de 2010

A Lei do Amor

ESTA QUE É A MOLA QUE IMPULSIONA TODOS OS MUNDOS
DOS ÁTOMOS ÀS GALÁXIAS, UNIVERSOS...
LEI QUE COMO SERES HUMANOS DEVEMOS COMPREENDER
POIS É ELA QUE NOS LIBERTA DA DOR
QUE CONSOLA E FORTALECE
QUE PERDOA E REDIME O CULPADO
QUE ABRAÇA E AQUECE O DOENTE
MAS AQUI ESTAMOS NÓS , FALANDO DE AMOR
PORÉM AINDA DISTANTES DE VIVENCIÁ-LO EM SUA REAL GRANDEZA
VIVEMOS A ALEGRIA DO ENSAIO
ENQUANTO O PAI AGUARDA QUE ESTEJAMOS PRONTOS
PARA VIVER A LEI DO AMOR COMO JESUS VIVEU
ENTÃO VAMOS ENSAIAR
TODOS OS DIAS
NO SORRISO DO BOM DIA
NA HUMILDADE DAS DESCULPAS
NA MANSIDÃO DA GRATIDÃO
VAMOS ENSAIAR
NO AGRADECER DO ALVORECER
NAS GRAÇAS DE ESTAR VIVO
E DE NÃO CONHECER A MORTE
POIS A VIDA ETERNA QUE POSSUIS
É A MAIOR PROVA DA LEI DE AMOR
CRIADA PELO PAI PARA TODOS NÓS.

sexta-feira, 22 de janeiro de 2010

A BUSCA DA FELICIDADE

FELICIDADE!
A VISÃO DA CIÊNCIA: Felicidade é um truque da natureza com uma só finalidade: Enganar você!
POR QUE?
Quando realizamos algo que aumenta as nossas chances de sobreviver ou de procriar, nos sentimos muito bem e vamos querer repetir a experiência, e nessa busca de prazer, aumentamos também as possibilidades de transmitir nossos genes.
“AS LEIS QUE GOVERNAM A FELICIDADE NÃO FORAM DESENHADAS PARA NOSSO BEM ESTAR PSICOLÓGICO, MAS PARA AUMENTAR AS CHANCES DE SOBREVIVÊNCIA DOS NOSSOS GENES A LONGO PRAZO.”
Robert Wright (Escritor e psicólogo Americano)

A BUSCA DA FELICIDADE É O COMBUSTÍVEL QUE MOVE A HUMANIDADE
A VISÃO ESPÍRITA: A felicidade é o estímulo que nos direciona à frente, não apenas para propagar os genes, e sim para continuarmos evoluindo em espírito, adquirindo conhecimento e amadurecendo o ser.
É ela que nos faz realizar coisas como trabalhar, juntar dinheiro, gasta-lo, fazer amigos, casar, separar,, ter filhos, protégé-lo, etc.

II: MAS TUDO É ILUSÃO !











A CADA VITÓRIA SURGE UMA NOVA NECESSIDADE,
CRIANDO ANSIEDADE E INSASTIFAÇÃO.

A FÍSICA QUÂNTICA

· Quanto mais se estuda a física quântica, mais misteriosa e fantástica ela se torna. A física quântica, falando de uma maneira bem simples, é uma física de possibilidades. São questões pertinentes de como o mundo se sente com relação a nós. Se existe uma diferença entre o modo do mundo nos sentir e como ele realmente é. Já parou para pensar do que os pensamentos são feitos?
Todas as épocas e gerações têm suas próprias suposições: O mundo é plano, o mundo é redondo, etc. Existem centenas de suposições que acreditamos ser verdadeiras, mas que podem ou não ser verdadeiras. Claro que historicamente, na maioria dos casos não eram verdadeiras. Se tomarmos a história como guia, podemos presumir que muitas coisas em que acreditamos sobre o mundo podem ser falsas. Estamos presos à certos preceitos sem saber disso.
É um paradoxo
O materialismo moderno tira das pessoas a necessidade de se sentirem responsáveis, assim como a religião! Mas eu acho que se você levar a mecânica quântica a sério, verá que ela coloca a responsabilidade nas nossas mãos e não dá respostas claras e reconfortantes. Ela só diz que o mundo é muito grande e cheio de mistérios.
O mecanismo não é a resposta, mas não vou dizer qual é, pois vocês têm idade suficiente para tomarem suas decisões.
Por que continuamos recriando a mesma realidade?Por que continuamos tendo os mesmos relacionamentos?Por que continuamos tendo os mesmos empregos repetidamente?Nesse mar infinito de possibilidades que existem à nossa volta, por que continuamos recriando as mesmas realidades?Não é incrível existirem opções e potenciais que desconhecemos?É possível estarmos tão condicionados à nossa rotina, tão condicionados à forma como criam nossas vidas, que compramos a idéia de que não temos controle algum?
Fomos condicionados a crer que o mundo externo é mais real que o interno. Na ciência moderna é justamente o contrário. Ela diz que o que acontece dentro de nós é que vai criar o que acontece fora. Existe uma realidade física que é absolutamente sólida, mas só começa a existir quando colide com outro pedaço de realidade física. Esse outro pedaço pode ser a gente, claro que somos parte desse momento, mas não precisa necessariamente ser. Pode ser uma pedra que venha voando e interaja com toda essa bagunça, provocando um estado particular de existência.
Filósofos no passado diziam: "Se eu chutar uma pedra e machucar meu dedo, é real. Estou sentindo, é vívido." Quer dizer que é a realidade. Mas não passa de uma experiência, e é a percepção dessa pessoa do que é real.
Experimentos científicos nos mostram que se conectarmos o cérebro de um pessoa a computadores e scanners e pedirmos para olharem para determinados objetos, podemos ver que certas partes do cérebro sendo ativadas. Se pedirmos para fecharem os olhos e imaginarem o mesmo objeto, as mesmas áreas do cérebro se ativarão, como se estivessem vendo os objetos. Então os cientistas se perguntam: quem vê os objetos, o cérebro ou os olhos? O que é a realidade? É o que vemos com nosso cérebro? Ou é o que vemos com nossos olhos?A verdade é que o cérebro não sabe a diferença entre o que vê no ambiente e o que se lembra, pois os mesmos neurônios são ativados.
Então devemos nos questionar, o que é realidade?
Somos bombardeados por grandes quantidades de informação que, quando entram no seu corpo, são processadas pelos seus órgãos sensoriais, e a cada passo partes da informação vão sendo descartadas. O que finalmente chega na consciência é o que serve mais à pessoa. O cérebro processa 400 bilhões de bits de informação por segundo, mas só tomamos conhecimento de 2.000 bits. E esses 2.000 bits são sobre o que está ao nosso redor, nosso corpo e o tempo.Vivemos em um mundo onde só enxergamos a ponta do iceberg. Isso significa que a realidade está acontecendo a todo momento no cérebro, mas nós não a absorvemos. Os olhos são como lentes, mas o que realmente está enxergando é a parte de trás do cérebro. É o córtex visual, igual a essa câmera.
Você sabia que o cérebro imprime o que ele vê?
Por exemplo: uma câmera de vídeo está vendo muito mais ao seu redor do que o que está ali, porque ela não faz objeções ou julgamentos. O filme que está passando no cérebro é do que temos habilidade para ver. É possível que nossos olhos, nossa câmera, enxergue mais do que o nosso cérebro tenha a habilidade de conscientemente projetar? Do jeito que nosso cérebro funciona, só conseguimos ver o que acreditamos ser possível.
Os padrões de associação já existem dentro de nós através de um condicionamento
Uma história incrível, que acredito ser verdadeira, conta que quando os índios americanos nas ilhas caribenhas viram as naus de Colombo se aproximarem, na verdade eles não conseguiam ver nada, pois não eram parecidas com nada que tivessem visto antes. Quando Colombo chegou no Caribe, nenhum nativo conseguia enxergar os navios, mesmo estando eles no horizonte. A razão de não verem os navios era porque não tinham conhecimento. Seus cérebros não tinham experiência de que os navios existiam.
O shamã começa a notar ondulações no Oceano. Mesmo não vendo os navios, imagina o que está causando aquilo. Então ele começa a olhar todos os dias e depois de um certo tempo, ele consegue ver os navios. E quando ele enxerga os navios, conta para todos que existem navios lá. Como todos confiavam e acreditavam nele, também conseguem enxergar.
Nós criamos a realidade, mas criamos máquinas que produzem realidade que afetam a realidade o tempo todo. Sempre perseguimos algo refletido no espelho da memória. Se estamos ou não vivendo em um grande mundo virtual, é uma pergunta sem uma boa resposta, é um grande problema filosófico. E temos que lidar com ele conforme o que a ciência diz do nosso mundo.
Como somos sempre observadores na ciência, ficamos limitados ao que o cérebro humano capta. É a única forma de vermos e percebermos as coisas que fazemos. Então é possível que isso tudo seja uma grande ilusão da qual não conseguimos sair para ver a verdadeira realidade.
Seu cérebro não sabe distinguir o que está acontecendo lá fora do que acontece aqui dentro. Não existe o "lá fora" independente do que está acontecendo aqui.
· Se você acreditar com todo seu ser que pode andar sobre a água, isso acontecerá.
É como pensamento positivo, que é um conceito maravilhoso. Mas geralmente temos uma névoa de pensamento positivo, cobrindo uma enorme massa de pensamento negativo.
Pensar positivo apenas disfarça o nosso pensamento negativo.
Quando pensamos em objetos, tornamos a realidade mais completa do que realmente ela é. É aí que você fica preso. Ficamos presos na uniformidade da realidade, pois se ela é completa eu sou insignificante, não posso alterá-la. Mas, se a realidade é minha possibilidade - possibilidade da própria consciência - imediatamente perguntamos como podemos alterá-la, torná-la melhor, mais alegre.
É uma extensão da nossa imagem.
Nos pensamentos antigos, não podíamos mudar nada, pois não tínhamos papel na realidade. Ela já estava lá, feita de objetos que se moviam de acordo com leis. A matemática determinava como reagiriam em determinada situação. Nós não tínhamos papel algum.
Na nova visão a matemática nos mostra as possibilidades das reações que os objetos podem ter, mas não nos dá a experiência real que teremos na consciência.
Eu que escolho tal experiência: Dessa forma eu crio minha própria realidade.
Pode parecer uma afirmação bombástica de alguém sem nenhum conhecimento de física, mas a física quântica está nos dizendo isto. Existem literalmente diferentes mundos onde vivemos. Há o mundo microscópico que vemos, o mundo das nossas células, o mundo dos nossos átomos... Eles possuem sua própria linguagem, sua própria matemática. E não são apenas pequenos. Cada um é totalmente diferente, mas se complementam, pois eu sou meus átomos, mas também sou minhas células. A minha fisiologia microscópica é verdadeira, só que em diferentes níveis. O nível de verdade mais profundo, descoberto pela ciência e filosofia, é a verdade fundamental da unidade.
No nível subnuclear mais profundo da nossa realidade, você e eu somos um só

"O ser humano vivencia a si mesmo, seus pensamentos, como algo separado do resto do universo - numa espécie de ilusão de ótica de sua consciência. E essa ilusão é um tipo de prisão que nos restringe a nossos desejos pessoais, conceitos e ao afeto apenas pelas pessoas mais próximas. Nossa principal tarefa é a de nos livrarmos dessa prisão, ampliando o nosso círculo de compaixão, para que ele abranja todos os seres vivos e toda a natureza em sua beleza. Ninguém conseguirá atingir completamente este objetivo, mas lutar pela sua realização já é por si só parte de nossa liberação e o alicerce de nossa segurança interior".
Albert Einstein


A ARTE DE DOAR E RECEBER
LEI DE ATRAÇÃO
Há momentos na vida em que nossa fé é colocada à prova nas situações onde todo o nosso suposto controle da vida simplesmente parece desaparecer, mas apenas parece.
Existem leis que regulam nossa evolução e estas não foram feitas para nos punir, Deus não castiga ninguém, elas educam o ser. Uma destas leis é a da atração tão propagada hoje pela mídia, mas ainda pouco conhecida em seus efeitos há longo prazo.
É verdade que a força do pensamento é capaz de trazer tudo aquilo que você desejar, “se tiveres a fé do tamanho de um grão de mostarda, poderás mover uma montanha”, e, temos livre-arbítrio para viver a experiência de ter o que se quer, “tudo pôde, mas nem tudo lhe convêm”, e o que vai mostrar o que não convêm é a lei de causa e efeito, “a cada um será dado conforme a sua obra”.
Conhecendo os efeitos, podemos usar a força do pensamento de forma mais positiva, canalizando nossa vontade para mover as montanhas do nosso caminho e dos do próximo, e como Paulo falou, podemos ter tudo, todo o conhecimento, todos os tesouros mas sem amor tudo perderá o sentido de existir.

Reflexão de Natal.

NOVEMBRO SE FOI.
ENTRE TANTOS MESES CHEGA DEZEMBRO
FILHO DA ESPERANÇA QUE ANUNCIA O FIM E O INÍCIO.
NA FERVURA DAS RUAS, PESSOAS COLIDEM, COMERCIANTES GRITAM, BUSCAM SONHOS,
BUSCAM LUCROS, NEGANDO OS PESADELOS. MAS ELES ESTÃO LÁ,
HOMENS, MULHERES, CRIANÇAS, FARRAPOS A VESTIR, MÃOS NUAS A TE ESTICAR.
PEDINTES QUE DO FUTURO NÃO SABEM O QUE ESPERAR.
FILHO DA ESPERANÇA QUE ACABA DE CHEGAR,
EM TI TRAZ O DIA QUE OS HOMENS ESCOLHERAM PARA COMEMORAR,
LEMBRAR JESUS, DE VEZ EM QUANDO,
QUANDO UM FILME CONTAR COMO ELE NASCEU... E JESUS NASCEU!
PRESÉPIOS LUXUOSOS QUEREM DAR GLAMOUR
PARA AQUELE QUE NUMA MANGEDORA EMPRESTADA NASCEU
VIVEU SUA VIDA SEM NADA QUERER POSSUIR
DOANDO TUDO QUE PUDESSE DOAR, E DOOU ATÉ A SUA VIDA.
QUANDO PARTIU, LEVOU APENAS O SEU AMOR POR NÓS,
DEIXANDO AQUI UM INCALCULÁVEL TESOURO
PARA QUEM QUIZESSE SEGUIR SEUS PASSOS.
JESUS FOI O HOMEM MAIS RICO QUE JÁ PISOU EM NOSSO PLANETA.
SUA RIQUEZA FOI SUA VIDA, VIVIDA EM AMOR.
DISTRIBUIA INFINITAS PÉROLAS E MOEDAS DE OURO, DIAMANTES A BRILHAR, SEMPRE QUE DE SEUS OLHOS,
LÁGRIMAS DE AMOR ESTIVESSEM A BROTAR, POR TODOS NOS,
QUE AINDA HOJE, NÃO SABEMOS QUE ELE VEIO PARA LIBERTAR, DE NOS MESMOS,
DE NOSSOS PRECONCEITOS, DE NOSSO EGOISMO, DE NOSSA FALTA DE AMOR.
JESUS É AMOR EM AÇÃO!
EM CADA GESTO, PALAVRA, OU MESMO NO SILÊNCIO,
JESUS É AMOR!
MESMO TRAIDO, MALTRATADO, ESQUECIDO,
JESUS RESPONDIA COM AMOR!
COM AMOR, SONHOS E PESADELOS ACABAM
PORQUE OS OLHOS DA ALMA SE ABREM E A REALIDADE SE TRANSFORMA PELOS EFEITOS DE NOSSAS AÇÕES.
JESUS FEZ! E VOCÊ?