quinta-feira, 6 de setembro de 2012

O RENASCER DA FÊNIX


QUANDO O SOL SE ESCONDER NAS NUVENS ESCURAS
E A TEMPESTADE AMEAÇAR COM RAIOS E TROVÕES
IMPEDINDO O SEU VÔO POR UM TEMPO,
APROVEITE PARA DESCANÇAR E REUNIR FORÇAS
PARA SEGUIR A VIAJEM DEPOIS
POIS ESTE É O MOMENTO DE REFLETIR.

QUANDO O MEDO DO ESCURO
DEIXAR VOCÊ PRESO NAS SOMBRAS DA INCERTEZA
IMAGINANDO O PERIGO QUE SE ESCONDE,
LEMBRE QUE BASTA A CHAMA DE UM PEQUENO PALITO DE FÓSFORO
PARA TE ILUMINAR E VER A VERDADE.

MAS SE É O FOGO QUE LHE PARECE INCONTROLÁVEL
INCENDIANDO TUDO AO SEU REDOR,
LEMBRE-SE DA FÊNIX QUE MORRE EM CHAMAS
RENASCENDO DE SUAS CINZAS,
ENTREGANDO AS CINZAS DO VELHO CORPO DE VOLTA A DEUS
SEGUINDO EM FRENTE, BELA E FORTE, MAIS UMA VEZ.

NOSSA VIDA É CHEIA DESSES CICLOS
SAIBA SEMPRE RENASCER QUANDO UM DELES CHEGAR AO FIM
POIS UM NOVO VIRÁ.
DEVOLVA AS CINZAS, POIS NÃO VALE A PENA.
CARREGAR SENTIMENTOS CINZA COM VOCÊ
E BRILHE COM A SABEDORIA CONQUISTADA
NO CICLO QUE SE FOI
DIVIDINDO SUA LUZ COM TODOS.
MARCOS VEDA.

Um comentário:

Érica disse...

Adorei Vedinha!!